SAÚDE FÍSICA | 05.AGOSTO.2019

Combate ao tabagismo: o que ele faz com o seu corpo

Por ano, estima-se que seis milhões de pessoas morram por alguma doença ligada ao tabagismo. Este velho hábito, no entanto, tem perdido adeptos graças à conscientização sobre os malefícios que ele causa à saúde.

No Brasil, 12,6% das mortes que ocorrem no país são atribuídas ao hábito de fumar, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer). O consumo do tabaco está associado a 50 doenças diferentes, sendo a maioria delas problemas cardiovasculares e cânceres.

Porém, a cada ano aumenta o número de pessoas que conseguem abandonar o vício do cigarro. Não é fácil, mas o primeiro passo é adquirir consciência sobre os riscos e tomar a decisão de parar de fumar. Além disso, praticar exercícios físicos e contar com apoio médico são fundamentais para reduzir a ansiedade causada pela ausência da nicotina.

 

Os benefícios de deixar o cigarro são percebidos logo nos primeiros dias:

 

  • 20 minutos – Sua pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal.
  • 2 horas – Não há mais nicotina circulando no seu sangue.
  • 8 horas – O nível de oxigênio no sangue é normalizado.
  • 12 a 24 horas – Seus pulmões já funcionam melhor.
  • 2 dias – Seu olfato consegue perceber melhor os cheiros. O paladar já sente o sabor da comida.
  • 3 semanas – A respiração se torna mais fácil e a circulação melhora. Pele e cabelos começam a ganhar brilho.
  • 3 a 9 meses – A capacidade pulmonar aumenta em 10% e seu condicionamento físico melhora.
  • 1 ano – O risco de morte por infarto cai 50%.
  • 5 a 10 anos – O risco de sofrer um infarto é igual ao de pessoas que nunca fumaram.