BEM-ESTAR | DEZEMBRO.2020

Relaxamento e exercícios físicos no combate a rotina estressante

O estresse é uma defesa natural que prepara o corpo para desafios. Funciona como um alarme. O problema é que, às vezes, esse alarme não desliga. A rotina intensa, os obstáculos e contratempos são os principais fatores que disparam esse estado permanente de alerta.

A boa notícia é que o estresse pode ser consideravelmente reduzido, e até combatido, com a ajuda de técnicas de relaxamento e exercícios físicos. Mas, como todo cuidado com a saúde, a chave é fazer disso um hábito.

Deixando o estresse para trás

Além da melhoria na saúde física, a prática regular de atividades físicas contribui para diminuir o estresse, melhorar o humor e aumentar a sensação de bem-estar. Isso porque, os exercícios estimulam a produção de endorfina, um hormônio responsável por proporcionar sensação de prazer, aliviando as tensões do dia a dia.

Você pode subir e descer escadas, pular corda, dançar, fazer Yoga, caminhadas ou andar de bicicleta e por aí vai. Basta escolher a modalidade indicada para você e manter regularidade: pelo menos três vezes na semana, durante 30 minutos, segundo o Centro Psicológico de Controle do Stress.

Enquanto durar a pandemia de Covid-19, devido ao alto risco de transmissão do vírus, evite atividades em grupo e aglomerações. Se sair de casa, use máscara e leve seu álcool em gel.

Desacelere o ritmo

Algumas pessoas gostam de ouvir música, outras preferem ler ou pintar e há quem procure pela meditação. Não importa a preferência, o importante é procurar algo para aliviar a tensão acumulada durante o dia e relaxar.

A meditação é uma estratégia excelente para combater o estresse, porque diminui a produção de hormônios ligados a esse sistema. No entanto, assim como um exercício físico, é preciso treinar com frequência para melhorar o desempenho. Meditar ajuda a viver no momento presente e a aceitar situações sobre as quais não temos controle, mas os benefícios revelam-se ao longo das sessões.

Existem várias técnicas de meditação. As mais básicas têm como foco prestar atenção na respiração e nas sensações do corpo. É possível começar com exercícios breves, de cinco até dez minutos diariamente, e estender a duração aos poucos. Escolha um ambiente tranquilo da casa e sente-se de maneira confortável. Uma opção é contar com treinos guiados, disponíveis em aplicativos como Headspace e Zen App.

Outra alternativa, especialmente quando estamos irritados ou distraídos, é fazer pausas durante o dia. Respire fundo, tome água e se alongue. Movimentar o corpo também ajuda se concentrar no presente e reduzir o estresse.