DEZEMBRO LARANJA | 03.DEZEMBRO.2019

Lugar ao sol: cuidados no verão

Como um bom personagem de ficção, o Sol tem um lado mocinho – estimulando a produção de vitamina D e combatendo a depressão – e outro bandido – bombardeando o planeta com radiação ultravioleta. Com informação e precaução, você pode aproveitar o melhor da nossa estrela e evitar outros perigos da estação.

Você sabia?

Nem toda radiação UV é igual. Ela é classificada em faixas de energia (e perigo): UVA, UVB e UVC. Como a luz UVC é bloqueada totalmente pela camada de ozônio, temos que nos virar para lidar com as outras duas, mas qual a diferença entre elas?

UVA

Somos expostos a ela durante o dia todo, inclusive em dias nublados, dentro de automóveis e embaixo de guarda-sóis. Ela atravessa as camadas superiores da pele e ativa a produção de melanina – uma tentativa do corpo de bloquear a radiação. É isso que faz a gente se bronzear. Com a exposição excessiva ao longo dos anos, a luz UVA acelera o envelhecimento da pele e pode causar lesões, manchas e até câncer de pele.

UVB

Seu pico de intensidade é no verão, entre 10 e 16h. Ela atinge somente as camadas superiores da pele, mas é muito mais potente e, em poucas horas, causa vermelhidão e queimaduras. Por outro lado, é responsável por cerca de 90% da produção da nossa vitamina D.

Moderação é a palavra-chave: se você tem pele clara, 15 minutos de exposição solar diária são suficientes; caso tenha a pele negra, o tempo sobe para 45 minutos a 1 hora.

FP o quê?

O fator de proteção solar UVB, o FPS, diz respeito principalmente ao tempo (e não intensidade) da proteção. Por exemplo: se sua pele demora 5 minutos para começar a avermelhar sob o sol, um protetor de FPS 30 vai multiplicar esse tempo por 30. Isso quer dizer que você estará protegido por aproximadamente 2 horas e meia.

Para os raios UVA, menos perigosos, o fator de proteção deve ser no mínimo 1/3 do FPS. Nas embalagens, a proteção UVA estará citada explicitamente ou sob a sigla PPD (Escurecimento Persistente do Pigmento, em inglês). Na dúvida, prefira sempre fatores mais altos.

A pele demora cerca de 30 minutos para absorver o protetor. Espalhe em seu corpo seco e de forma homogênea. Reaplique a cada duas horas.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia indica que você use uma colher de chá para cada uma das áreas abaixo:

  • Rosto, pescoço e cabeça
  • Parte da frente do tronco e parte posterior
  • Braços
  • Parte da frente das pernas e parte de trás