PROTEJA SEU PET | 26.JANEIRO.2018

Cuidado com os pets no verão

Os animais domésticos também sentem os impactos do verão, principalmente os cães de focinho curto e os com excesso de peso.

Os principais sinais de temperatura corporal elevada são:
› Hiper-salivação (salivar excessivamente);
› Respiração muito ofegante;
› Pele muito quente;
› Batimento cardíaco acelerado;
› Temperatura retal elevada;
› Cansaço, fraqueza ou imobilidade.

Importante: ao contrário dos humanos, cachorros não transpiram pela pele, mas sim pelos coxins, aquela almofadinha da pata, pelo focinho e pela boca.

 

O que fazer

› Mantenha sempre água limpa e fresca à disposição;
› Deixe o animal em local arejado e com sombra;
› Nunca deixe seu pet sozinho dentro do carro;
› Não saia para passear durante as horas de maior calor e cuidado com as queimaduras nas patas causadas pelo chão quente;
› O passeio com seu pet deve acontecer antes das 10h ou depois das 16h;
› Se for viajar, mantenha as janelas um pouco abertas ou o ar condicionado ligado, e pare a cada duas horas e ofereça água fresca para ele.